quinta-feira, 29 de setembro de 2011

A hipocrisia mascarada

O medo é um sentimento que proporciona um estado de alerta demonstrado pelo receio de fazer alguma coisa, geralmente por
se sentir ameaçado, tanto fisicamente como psicologicamente. Pavor é a ênfase do medo.
É uma reaçao natural e involuntaria.
Sem ele, nossa expectativa de vida cairia consideravelmente.
É ele que o impede de atravessar a rua de olhos fechados.
Ele que te impede de pular de uma altura da qual o seu corpo nao aguentaria.
É ele a proteçao natural que temos.
Nao mostrar que temos medo, nao quer dizer que realmente nao o temos.
Entao porque escondemos?
No fundo, sabemos que o medo está apensa dentro de nós.
Podemos enfrentá-lo.
Um dos medos, é o medo da "exclusao social". Mais conhecido por vergonha.
Vergonha é uma condição psicológica e uma forma de controle religioso, político, judicial e social, consistindo de idéias,

estados emocionais, estados fisiológicos e um conjunto de comportamentos, induzidos pelo conhecimento ou consciência de

desonra, desgraça ou condenação.
Salvo deformaçoes geneticas ou acidentes, todos temos 2 pernas.
Isso é normal.
Normal, porque todos temos 2 pernas.
Agora, o que aconteceria se voce fosse para um lugar onde o resto das pessoas tem 3 pernas?
4, 8, 10, que seja...
Continuaria sendo normal?
Nao.
De normal, pra anormal. Sem sequer modificar nada em si mesmo.
Pelo simples fato de se destacar dos demais, voce passa a ser uma anormalidade.
Assim, instintivamente, como se fosse um mecanismo de adaptaçao, tentamos nos tornar iguais.
O que chega a ser engraçado, pois ao mesmo tempo que tentamos ser iguais, tentamos nos destacar, sendo iguais a OUTRAS

pessoas.
Todas as pessoas que estao lendo isso, de certo, algum dia tiveram a informaçao que a Gisele Butchen é a mulher mais bonita

do mundo.
Teve a informaçao de que o Silvio Santos, um dia foi camelô.
Essas informaçoes aleatorias da midia, nos fazem pensar que podemos ser iguais a eles.
Com essa informaçao, o que tentamos fazer?
Criar algo?
Nao.
Tentamos ser iguais ao Silvio Santos.
Iguais, a Gisele Butchen.
Mas esquecemos que o Silvio Santos CRIOU o Carnê do Baú.
Ele nao ficou rico do nada.
Ele foi criativo.
E entao, tentamos copiar o Carnê do Baú ou nos inspiramos em alguma outra pessoa que conseguiu ficar rica.
mas o Silvio Santos nao ficou rico só porque vendeu o Carnê do Baú.
Ele ficou rico por CRIOU o Carnê do Baú.
Ele foi diferente. Criativo.
A Gisele Butchen, nao é a mulher mais bonita do mundo. Ela tem uma beleza unica. Diferente.
Por isso se DESTACA.
E diferente deles, o que tentamos fazer?
Ser iguais.
Tentamos ser especiais e ao mesmo tempo manter um padrao para nao chamar a atençao.
Entao criamos inumeras personalidades.
Criamos uma personalidade onde somos fortes, invenciveis, e essa personalidade nao desiste.
Mas criamos uma mais senssivel para nossa familia.
Outra pra ganhar um espaço na sociedade e nao ser tachado de maluco.
Uma pra agradar um ser onipotente e onipresente, pra conseguir um lugarzinho do lado dele após a morte.
Outra pra nao perder os amigos...
e quando nos perguntamos "o que eu sou?", nao conseguimos responder.
Nao temos uma personalidade unica.
Somos tudo, ao mesmo que nao somos nada.
Cada hora somos uma pessoa.
Cada hora temos uma face.
E nao enganamos o mundo fazendo isso.
Enganamos a nós mesmos.
É por isso que temos medo.
É por isso que estamos perdidos.
Nao temos sonhos.
Nao CRIAMOS sonhos.
Eles sao implantados em nós no decorrer da vida.
Copiamos os sonhos realizados.
Por isso, julgam a vida "dificil".
Pois todos estamos atrás da mesma coisa.
Queremos nos tornar astros ou ficar milionarios.
Temos nossos instintos reprimidos por uma sociedade capitalista que se quer consegue manter a ordem, tampouco a justiça.
Onde incentiva a disputa por bens materiais e ao mesmo tempo exige que sejamos todos iguais.
Vivemos um capitalismo?
Um socialismo?
Um sociocapitalismo?
Nós vivemos?
A injustiça cessará se eu ficar rico?
Os impostos vao diminuir se eu enriquecer?
Esse é meu sonho?
Ser conhecido pelo emprego ou empresa que tenho?
Pela quantidade monetaria que tenho no banco?
Que sonho egoista...
Nao é isso que somos?
Todos egoistas?
Por que nao lutamos pra mudar o que nos desagrada?
"Porque todos os que lutaram, morreram!!"
E se o mundo inteiro morresse?
Quem seria escravizado ou explorado?
Será que essas pessoas que morreram nao atingiram seu objetivo?
Elas estao livres de impostos agora.
Hoje, onde assaltos e furtos sao praticamente rotina, a que somos instruidos?
"Nao reagir."
Entao, nosso subconsciente nos impede de reagirmos.
Evitamos brigas...
Somos mais aceptivos a qualquer MERDA imposta pelo governo.
E qual a desculpa para nao reagirmos?
"Ora! O bem material nao vale a minha vida!!"
Entao por que desperdiçamos nossa vida inteira comprando esses bens?
Nao é pra isso que vivemos?
Pra conquistar bens materiais?
Nos satisfazer enchendo nossas casas com coisas que sequer usaremos?
Trabalhamos 9 horas por dia, e dormimos 8. Nos restam 7 horas para fazer o que quisermos. Dessas 7, 2 sao dedicadas a alimentaçao, banho e etc. As outras 5 sao dedicadas a novelas e series.
Isso pode ser chamado de vida?
Ficarei satisfeito em ter todo material possivel?
E quando eu tiver?
Acabou a minha vida?
Posso sentar e esperar a morte?
Pra que eu quero um carro?
Pra que eu quero uma casa?
Pra que eu quero RIOS de dinheiro?
Pra agradar a quem?
Será que estamos agradando a nós mesmos, ou nao passa de um desejo obsessivo por um status social "bom"?
Isso nao é evoluir.
Queremos aparentar ser algo que nao somos.
Nao precisamos realmente SER.
Basta PARECER que somos.
Essa é a maior prova de que nao somos o que queremos.
Somos o que querem que sejamos.
Todos os coraçoes um dia pararão, e todos os corpos um dia ficarao frios.
Nao troque um amigo por diheiro.
Nao troque seu tempo livre por horas extras.
Viva.

"Todo homem morre. Mas nem todo homem vive." - Willian Wallace


by: Matt




sexta-feira, 6 de maio de 2011

O verdadeiro roubo

Atualmente, torna-se cada vez mais comum encontrarmos igrejas / centros de culto, etc.
Uma pessoa que tem uma lábia um pouco mais apurada que as demais, aluga um predio qualquer, coloca algumas cadeiras,
um palco e começa a pregar.
Ele acumula alguns fiéis.
Arrecada alguma coisa parecida com o dizimo, alegando ser uma oferenda a Deus, para ajudar os pobres, enfim.
Pra uma pessoa com lábia tirar dinheiro de uma pessoa temente a Deus, é a coisa mais facil do mundo...
Muita gente diz que esses "pastores", padres, palestrantes, enfim. Nao passam de ladroes e o unico interesse deles é pegar o dinheiro dos fiéis.
Agora...
Analisemos com um pequeno exemplo:
Uma pessoa o pára na rua e pede uns trocados para se alimentar.
Desconfiado, mas com o coraçao cheio de boas intençoes, voce dá trocados o suficiente para aquela pobre alma se alimentar.
Porém, só por curiosidade e sem que a "pobre alma" perceba, voce o segue.
Ele vai a um bar e compra uma bebida alcoolica qualquer para satisfazer o vicio.
Essa "pobre alma", pode ser acusada de roubo?

Agora, um outro exemplo:
Um grupo de pessoas engravatadas o pára na rua. Apresenta um papel dizendo que eles tem o direito de prende-lo ou tirar
seus bens, caso voce nao pague os devidos impostos por eles. Voce nao tem opção...
Ou paga, ou perde.
Essas pessoas, apesar de estarem bem vestidas e alegar estarem dentro do "direito" deles, podem ser acusadas de roubo?

Caso ainda nao tenham notado, o primeiro exemplo retrata as igrejas ou centros.
Voce nao é obrigado a dar o dinheiro.
Eles PEDEM, o seu dinheiro.
Oferecem ESCOLHAS.
Conceito de roubo:
Roubo é o ato de subtrair coisa móvel alheia, para si ou para outrem, mediante grave ameaça ou violência a pessoa, ou depois
de havê-la, por qualquer meio, reduzido à impossibilidade de resistência.

Nao sei quanto a voces...
Nunca fui ameaçado por pastor, palestrante ou padre.
Mas sou ameaçado constantemente por pessoas engravatadas...
Se nao chegar a hora que eu mando, perderá o emprego.
Se nao pagar seus impostos, temos o direito de tomar qualquer bem que adquiristes.
ISSO, pra mim parece mais ameaçador do que uma palestra...

Vejamos...
A voces, que "lutam" e criticam tanto os padres e pastores, ja tentaram lutar e criticar com a mesma RAIVA, nosso governo?
Claro, é MUITO mais facil atacar algo que nao nos ameaça...
O alvo mais facil sao os pastores... igrejas...
Justamente por serem a MENOR ameaça!
Ninguem é OBRIGADO a dar dinheiro algum a eles.
Como cidadão brasileiro livre, qualquer pessoa pode dar o dinheiro a quem QUISER.
Mas como cidadão brasileiro livre (pela logica), ninguem deveria dar dinheiro a quem NAO QUER.
Entao PORQUE o fazem?
Somos LIVRES, nao somos?
É o que dizem, pelo menos... Mas somos MESMO?
Chamam de liberdade constantes ameaças com regras sociais inuteis cujo o objetivo é apenas controlar a massa?
É admiravel a VONTADE que o cidadao brasileiro tem de lutar...
Mas lutam pelas razoes erradas.
A midia os força a isso, nosso subconsciente GRITA, dizendo que há muita coisa errada, mas o consciente é manipulado
pela televisao e ocupado com big brothers e reality shows que nao acrescentam NADA a nossa cultura, para que nao
tenhamos TEMPO de raciocinar por CONTA PROPRIA, onde está a verdadeira injustiça.
Sim, a midia anuncia TODA podridao do Brasil, mas o FOCO sao nos problemas MENORES. Eles focam em pastores que gastaram o dinheiro dos fieis em mansoes e viagens, enquanto parlamentares gastam o dinheiro do BRASIL INTEIRO, comprando votos e criando leis para beneficio PROPRIO, deixando o povo brasileiro com um salario cuja metade é abatida em impostos.
Caros leitores...
O nosso problema está em outro lugar.
Seria mais sabio nos focarmos no problema CERTO.
Do contrario, nao sairemos do lugar.

terça-feira, 15 de março de 2011

Limitação Mental - Mascara II

13º Salario
Uau! Eis uma lei beneficente ao povo!
Ora...que governo maravilhoso temos...Nos dá um salario extra para comprar presentes de natal, gastar no ano novo e no carnaval!
Será?
Um mês tem 4 semanas. Logo, se você recebe, supondo, 400 reais mensais, voce receberia o equivalente a 100 reais semanais. Logo, anualmente voce receberia R$4.800,00, mais o 13º = R$5.200,00.
A maioria de nós, num rapido calculo, calculamos que um ano tem 48 semanas. Certo? Certo! Calculamos isso mesmo...Nosso calculo está certo? Nao! 1 mês, não tem 4 semanas. Apenas o mês de fevereiro tem 4 semanas.
Temos 7 meses com 4 semanas e 3 dias, e 4 meses com 4 semanas e 2 dias.
Vamos a matematica:
7=numero de meses
3=numero de dias a mais
4=numero de meses
2=numero de dias a mais
Logo: (7x3) + (4x2) = 29
Ou seja...4 semanas e 1 dia...Ou seja...o ano de 48 semanas, passa a ter 52. Se rebessemos, 100 reais por semana, receberiamos 5.200 reais anuais.
Só recebemos os dias que trabalhamos gratuitamente.

Limitação Mental - Mascara I

Condenar um agressor a prisão ou punição física?
Façamos um rápido teste:
Suponha que, por votação, precisemos escolher sentenciar um homem adulto, culpado por agredir uma garota sem um motivo aparente.
Considere que, numa escala muito menor, pegassemos 5 pessoas para representar os "tipos de mentes" mais comuns encontradas por aí. Considere:
- 3 pessoas politicamente corretas
- 1 pessoa violenta e fria, porém, que digamos assim..."anda na lei"
- 1 pessoa que nao acha justo nenhuma das 2 punições.
Considerando as probabilidades, as pessoas politicamente corretas, votariam pela prisão do elemento, pois seria um ato "desumano" usar da violencia. A pessoa fria e violenta, condenaria o elemento ao castigo físico, ou seja, olho por olho, dente por dente, uma regra um tanto...primitiva. A pessoa que nao acha justo nenhuma das 2 punições, provavelmente anularia o voto, ou votaria com a maioria.
Seja qual for a decisao da ultima, o elemento seria condenado a prisão.
Vejamos...
de acordo com a visão da maioria das pessoas, condená-lo a uma punição física seria desumano, e nao poderiamos deixa-lo livre, pois isso permitiria que o ato se repetisse. Infelizmente, esse é o atual "senso de justiça" da maioria.
Agora, analisemos...
O que é uma prisão?
Um local cheio de grades e vigilancia em tempo integral.
Ora...Uma escola é bem parecida...Então, o que faz 2 lugares fisicamente iguais, serem completamente diferentes?
Simples...As pessoas.
Pessoas estarão na prisão, por motivos parecidos ou até piores que os do elemento em questao.
Logo, o que faz da prisão um castigo, são as pessoas que lá estão...As pessoas que "habitam" o local, fazem dele um lugar violento.
Então...será que quem o condenou a isso, teve como motivo: ser a atitude "mais humana" ou estava apenas se livrando da culpa?
E quem anulou, nao está apenas "deixando rolar"? Fechando os olhos?
Será que as 3 pessoas que condenaram a isso, são tão diferentes das demais?
Nao condenamos, indiretamente, a "puniçao fisica" ou a "pena de morte"?
"Nao adianta querer consertar o resto...consertar a gente, ajuda pra caramba..." - Renato Russo